CAROS COLEGAS

Vamos completar 131 anos no próximo dia 31 de Outubro, a contar da inauguração do troço do Caminho de Ferro do Ambaca, em 1888, data que assinala a criação do Caminho de Ferro de Luanda e consequentemente a circulação ferroviária em Angola.

Uma empresa ferroviária que perfez 131 anos de vida activa, certamente veio estimulando de forma inapagável na sua comunidade de trabalho, uma crescente densidade profissional, um património místico-cultural, uma responsabilidade social e sobretudo uma significativa comparticipação no processo de crescimento e desenvolvimento nas regiões servidas. Em condições normais essa data seria festejada de modo ferroviário, com efusiva e contagiosa alegria, porém, a fraqueza do actual desempenho económico-financeiro da nossa empresa, clara e infelizmente não o permite.

Por esta razão, convoco as trabalhadoras e os trabalhadores da nossa empresa a celebrarmos com resiliência ferroviária este 131º aniversário, posicionando-se cada um no seu posto de trabalho, a cumprir a sua ficha diária de tarefas, como testemunho concreto de renovada Fé e Esperança na Progressiva requalificação do nosso desempenho e positivação dos resultados económico-financeiros.

O actual Conselho de Administração iniciou funções numa conjuntura dominada por um ciclo político-administrativo exigindo uma efectiva gestão racional do património do Estado, no CFL- E.P na perspectiva de “MELHORAR O QUE ESTÁ BEM, CORRIGIR O QUE ESTÁ MAL”, para o benefício dos trabalhadores. É o que este Conselho vem fazendo, em termos de organização, funcionamento, processos, procedimentos, posicionamento e atitude-foco profissionais.

O nosso forte apelo á comunidade ferroviária de trabalho do CFL-E.P, vai no sentido de todos assumirmos o potenciador desafio do resgate da Mística e Cultura Ferroviárias e dos princípios, valores e boas práticas da ética empresarial para relançarmos a nossa actividade. A todos endereçamos especiais agradecimentos, pelo trabalho desenvolvido até aqui, em condições muito difíceis, na convicção de que vamos continuar juntos exactamente porque temos projectos, programas, trabalho e sobretudo muita ambição, no presente e no futuro. Em nome do Conselho de Administração e no meu próprio aqui vão os PARABÉNS a TODOS!